Vai e volta

A instalação “Vai e Volta” partiu da vontade de deslocamento de um lugar para outro. No projeto, crio uma imagem média de pracinha/beco e a transporto para dentro do espaço expositivo através de esculturas feitas com tecidos e estofados com fibra siliconada. Imagens encontradas nas ruas são trazidas para dentro da exposição através de estampas de tecidos.

Paredes de tijolos, personagens, cores e letras do graffiti são absorvidas pela indústria têxtil e processadas em imagens mais facilmente reproduzíveis, podendo virar papel de parede, travesseiros, roupas de academia entre outros.

As esculturas que confecciono buscam mimetizar uma função que a estampa teria como objeto no mundo: estampa de planta mimetiza uma planta, por exemplo.

A exposição dialoga, além da lógica das transições de exposições em espaços expositivos, com as rápidas mudanças de cenário que acontecem na cidade, como uma pracinha que cede seu lugar para um prédio em construção.

 

 

Vai e volta
Técnica mista
2017


Comments are closed.